SOUSA DA SILVEIRA

O HOMEM E A OBRA

SUA CONTRIBUIÇÃO À CRÍTICA TEXTUAL NO BRASIL

Com este título, publicou o Professor Maximiano de Carvalho e Silva em 1983, pela editora Presença, com o patrocínio do Instituto Nacional do Livro, o texto revisto e ampliado da tese com que obteve dois anos antes o diploma de livre-docente em Filologia Portuguesa pela Universidade Federal Fluminense.  Essa edição, de cerca de 300 páginas, traz um prefácio do escritor e memorialista Pedro Nava, “Como conheci Sousa da Silveira”.

Nesse prefácio, o grande memorialista  de Baú de Ossos revela que sempre teve a maior curiosidade em saber dos motivos da profunda admiração que o seu amigo Manuel Bandeira dedicava a Sousa da Silveira, desde os tempos em que foram alunos da mais famosa turma do Colégio Pedro II (nos anos de 1896 a 1902).

No site (sítio em Portugal) do Instituto Camões, importante órgão do Ministério da Cultura em Portugal, sediado em Lisboa, pode o leitor encontrar uma bela página sobre Sousa da Silveira e o livro que lhe foi dedicado, entre as que se organizaram para enaltecer o valor da contribuição dos grandes filólogos ao estudo da língua portuguesa.

voltar

seguir